"Ter um bebê é como planejar uma fabulosa viagem de férias - para a ITÁLIA! Você compra montes de guias e faz planos maravilhosos! O Coliseu. O Davi de Michelângelo.

As gôndolas em Veneza. Você pode até aprender algumas frases em italiano. É tudo muito excitante-Após meses de antecipação, finalmente chega o grande dia! Você arruma suas malas e embarca. Algumas horas depois você aterrissa. O comissário de bordo chega e diz:

- BEM VINDO À HOLANDA!

- Holanda!?! - Diz você. - O que quer dizer com Holanda!?!? Eu escolhi a Itália! Eu devia ter chegado à Itália. Toda a minha vida eu sonhei em conhecer a Itália!

Mas houve uma mudança de plano vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar.A coisa mais importante é que eles não te levaram a um lugar horrível, desagradável, cheio de pestilência, fome e doença. É apenas um lugar diferente.Logo, você deve sair e comprar novos guias. Deve aprender uma nova linguagem. E você irá encontrar todo um novo grupo de pessoas que nunca encontrou antes.É apenas um lugar diferente. É mais baixo e menos ensolarado que a Itália. Mas após alguns minutos, você pode respirar fundo e olhar ao redor, começar a notar que a Holanda tem moinhos de vento, tulipas e até Rembrants e Van Goghs.

Mas, todos que você conhece estão ocupados indo e vindo da Itália, estão sempre comentando sobre o tempo maravilhoso que passaram lá. E por toda sua vida você dirá: - Sim, era onde eu deveria estar. Era tudo o que eu havia planejado!.

E a dor que isso causa nunca, nunca irá embora. Porque a perda desse sonho é uma perda extremamente significativa.Porém, se você passar a sua vida toda remoendo o facto de não ter chegado à Itália, nunca estará livre para apreciar as coisas belas e muito especiais sobre a Holanda. "

BEM VINDO À HOLANDA

por Emily Perl Knisley, 1987

sábado, 1 de maio de 2010

A minha gravidez

A minha gravidez, fruto de uma ICSI, foi bastante atribulada. No inicio tinha bastantes dores, o que me fez estar de repouso algumas semanas. As 19 semanas após uma grande perda de sangue, foi me detectada uma placenta previa oclusiva com descolamento. A partir dai fiquei sempre em casa em repouso, fazendo levantes só para ir ao wc ou as consultas. As 33 semanas suspeita de pré-eclâmpsia, mais um internamento. Devido a placenta previa tinha cesariana marcada para dia 29 de Janeiro, as 37 semanas, mas no dia 23 de Janeiro, por ausência de movimentos fetais fui as urgências, e quando me realizaram a ecografia verificaram que o bebe estava em bradicardia. Em 10 minutos estava ja pronto no bloco operatório e a ultimas palavras que ouvi foram " não sabemos se vai nascer com vida". E assim aconteceu. O meu João nasceu dia 23 de Janeiro de 2010, pelas 12:40 , com 2,390 kg ,em morte aparente devido a 5 circulares do cordão umbilical.

2 comentários:

  1. Antes de mais MUITOS PARABÉNS!! A ti, ao papá e sobretudo ao pequeno e corajoso João! Como bem deves imaginar, é impossível passar por este vosso cantinho e não ficar com lágrimas nos olhos, não só pelo que contas mas principalmente pela coragem com que o fazes e a determinação com "que se lê" que encaras este desafio(como bem dizes ao início, a vida surpreende-nos quando menos esperamos...o ponto positivo é que o faz para o pior mas também para o melhor!) Espero poder acompanhar aqui as grandes vitórias do teu Joãozito (ainda por cima benfiquista!!:) ) e quem sabe, se algum dia te apetecer, combinar um passeio ao ar livre, que tenho a certeza em breve arranjarás formas de o fazer confortavelmente para o João! P.S.: é um bebé lindo!!

    ResponderEliminar
  2. FILHOTA.......O João é a FLOR mais bonita que podia nascer no nosso jardim....foram meses de ansiedade....e num dia de Invierno da fria Guarda, agarrou-se à vida.......sabendo que todos nós esperávamos......
    É sem duvida um campeão.....logo à nascença, que nos vai dar momentos e dias de muita alegria!

    ResponderEliminar