"Ter um bebê é como planejar uma fabulosa viagem de férias - para a ITÁLIA! Você compra montes de guias e faz planos maravilhosos! O Coliseu. O Davi de Michelângelo.

As gôndolas em Veneza. Você pode até aprender algumas frases em italiano. É tudo muito excitante-Após meses de antecipação, finalmente chega o grande dia! Você arruma suas malas e embarca. Algumas horas depois você aterrissa. O comissário de bordo chega e diz:

- BEM VINDO À HOLANDA!

- Holanda!?! - Diz você. - O que quer dizer com Holanda!?!? Eu escolhi a Itália! Eu devia ter chegado à Itália. Toda a minha vida eu sonhei em conhecer a Itália!

Mas houve uma mudança de plano vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar.A coisa mais importante é que eles não te levaram a um lugar horrível, desagradável, cheio de pestilência, fome e doença. É apenas um lugar diferente.Logo, você deve sair e comprar novos guias. Deve aprender uma nova linguagem. E você irá encontrar todo um novo grupo de pessoas que nunca encontrou antes.É apenas um lugar diferente. É mais baixo e menos ensolarado que a Itália. Mas após alguns minutos, você pode respirar fundo e olhar ao redor, começar a notar que a Holanda tem moinhos de vento, tulipas e até Rembrants e Van Goghs.

Mas, todos que você conhece estão ocupados indo e vindo da Itália, estão sempre comentando sobre o tempo maravilhoso que passaram lá. E por toda sua vida você dirá: - Sim, era onde eu deveria estar. Era tudo o que eu havia planejado!.

E a dor que isso causa nunca, nunca irá embora. Porque a perda desse sonho é uma perda extremamente significativa.Porém, se você passar a sua vida toda remoendo o facto de não ter chegado à Itália, nunca estará livre para apreciar as coisas belas e muito especiais sobre a Holanda. "

BEM VINDO À HOLANDA

por Emily Perl Knisley, 1987

sábado, 9 de abril de 2011

Breves noticias

Passados já muitos dias sem dar noticias, temos algumas coisitas para contar. Em relação a alimentação está tudo muito bem. Não há nada que o rapaz não goste, e sempre que vê alguém a comer seja o que for abre a boca e estica o bracito direito para fazer sinal " TAMBÉM QUERO". A má fase do vomitar passou definitivamente, e já come segundo prato ao almoço e ao jantar. Notamos que está a começar a ficar mais reboliço, com pregas nas pernitas e nos bracitos.
Cada vez mais se vai acentuando a preferência do membro superior direito em relação ao esquerdo para tudo, e como vai aumentando a sua força muscular, as capacidades dele de se deslocar também, e mesmo que os progressos sejam demorados eles existem e temos que começar a ter atenção as coisas que deixa mos ao alcance dele e os locais onde o colocamos. Tinha mos um muda fraldas na casa de banho que deixamos de usar esta semana, depois de ele ter caido de lá , e ter ficado com um "queixo" novo.
Os braços continuam a ser o problema maior, mais rigidos, mas já vai conseguindo rebolar. Temos é que estar sempre a incentiva-lo a faze-lo, pois por ele passava o tempo de barriga para cima a dar as pernas. Continua muito passivo nas acções, sempre a espera que tudo lhe seja dado para as mãos, pois mesmo já tendo capacidade para ir buscar as coisas, fica a espera que " lhe cheguem as mãos" sem ele fazer esforço para as ir buscar. As terapeutas dizem ser normal, visto ele estar habituado a que lhe fosse sempre dado tudo. O sentar ainda não esta completo, descai ainda muito pois não tem os abdominais trabalhados. Tem uma grande "pança" e nada de abdominais. Agora com a chegada do calor, e com menos roupa vestida vai ser mais facil fazer os exercicios no tapete, e o contacto da pele dos braços e pernitas com objectos e texturas vai ajudar na estimulação sensorial.

1 comentário:

  1. Bem grandes evoluções, grandes conquistas mesmo, fico muito feliz com o que li. Temos um Joãozinho mais mexido, mais comilão e também mais "perigoso"....LOL.
    A partir de agora será sempre a evoluir, mesmo que sejam pequenos passinhos, no futuro esses passainhos serão enormes.

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar