"Ter um bebê é como planejar uma fabulosa viagem de férias - para a ITÁLIA! Você compra montes de guias e faz planos maravilhosos! O Coliseu. O Davi de Michelângelo.

As gôndolas em Veneza. Você pode até aprender algumas frases em italiano. É tudo muito excitante-Após meses de antecipação, finalmente chega o grande dia! Você arruma suas malas e embarca. Algumas horas depois você aterrissa. O comissário de bordo chega e diz:

- BEM VINDO À HOLANDA!

- Holanda!?! - Diz você. - O que quer dizer com Holanda!?!? Eu escolhi a Itália! Eu devia ter chegado à Itália. Toda a minha vida eu sonhei em conhecer a Itália!

Mas houve uma mudança de plano vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar.A coisa mais importante é que eles não te levaram a um lugar horrível, desagradável, cheio de pestilência, fome e doença. É apenas um lugar diferente.Logo, você deve sair e comprar novos guias. Deve aprender uma nova linguagem. E você irá encontrar todo um novo grupo de pessoas que nunca encontrou antes.É apenas um lugar diferente. É mais baixo e menos ensolarado que a Itália. Mas após alguns minutos, você pode respirar fundo e olhar ao redor, começar a notar que a Holanda tem moinhos de vento, tulipas e até Rembrants e Van Goghs.

Mas, todos que você conhece estão ocupados indo e vindo da Itália, estão sempre comentando sobre o tempo maravilhoso que passaram lá. E por toda sua vida você dirá: - Sim, era onde eu deveria estar. Era tudo o que eu havia planejado!.

E a dor que isso causa nunca, nunca irá embora. Porque a perda desse sonho é uma perda extremamente significativa.Porém, se você passar a sua vida toda remoendo o facto de não ter chegado à Itália, nunca estará livre para apreciar as coisas belas e muito especiais sobre a Holanda. "

BEM VINDO À HOLANDA

por Emily Perl Knisley, 1987

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Fomos a neve

Morando na encosta da Serra da Estrela, ainda não tinhamos ido a neve com o João. Fomos agora pela primeira vez num dia cheio de sol, mas com muito muito frio. Ele adorou, queria mexer na neve e prova-la. Eu bem lhe dizia que era fria mas ele insistia. Encontramos um trenó estragado que foi deixado por alguém, e  mesmo sem travões deu para andarmos a escorregar com o João. Foi muito bom, sei que ele delirou e esperamos voltar a repetir sempre que a neve cair e o tempo permitir.




quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

3 Anos

O tempo passa depressa e o João já fez 3 aninhos. Este foi o primeiro ano que festejamos os anos dele com uma festinha . Decidimos já a ultima da hora, pois confiamos que o João se ia portar bem, como o fez na festa de anos do Afonso. e assim foi, vieram  os avós e a namora, a princesa Maria. Esteve sempre muito bem disposto, comeu e comeu, nunca chorou e quando cantamos os parabéns deu gargalhadas de satisfação.
Adorou abrir as prendas, andou no colo de todas as pessoas sem estranhar e brincou com a Maria.
Agora sempre que falamos nos anos de alguém ele sorri... deve pensar que vai haver mais festa :) !!!
Quando alguém lhe pergunta quantos anos tem, ele agora levanta a mão,depois estica os deditos e fica a espera a sorrir que eu diga 3 :)




sábado, 19 de janeiro de 2013

Já sei dizer NÃO

E as conquistas vão surgindo, pequeninas aos olhos de muita gente, mas enormes para o João e para nós. O  João nos ultimos meses deu um passo grande na comunicação. Deixou de tentar verbalizar palavras pois dava lhe "muito trabalho" ao rapaz e começou a comunicar por gestos. Entendemos tudo o que ele diz , mas as vezes ainda ficamos confusos e sem saber ao certo o que ele quer. Quando não queria alguma coisa ele fazia uma cara de zangado e dizia "hum". Achava mos muita piada e ele as vezes por gozo dizia não a tudo o que lhe perguntava mos, pois sabia que nos riamos do seu "HUM !!!"
Agora em vez de "hum" aprendeu já a dizer não com a cabeça, e fica aqui o video de hoje ao jantar, quando  estava a tentar lhe dar a sopa e ele já não queria mais.

Banco novo adaptado

Compramos um banco no Ikea que adaptamos com um redutor no meio das pernas. O João fica la bem sentado e quando se desiquilibra consegue voltar a posição correcta. Para auxiliar colocamos um carrinho pesado para ele se apoiar e gosta muito de la estar. Já chegou a la estar 1 hora sentadinho a ver televisão.






quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Virose

Acabamos o ano em grande e começamos da pior forma.  O João começou com febres altas, sem mais nenhum sintoma associado. Depois começou por vir a tosse, os espirros, as noites a chorar, chorar e assim se tem prolongado desde o inicio de Janeiro. Diagnosticos até agora em 2 semanas são amigdalite, conjuntivite  e otite, um belo pacote.  Nestes dias como tem vomitado muito não tem feito a risperidona, mas ontem voltou  a iniciar, pois não sabemos se foi falta dela ou estar muitos dias sem ir ao infantário ( desde meio de Dezembro), ontem deixei o la bem disposto mas passados 20 minutos a Educadora G. já me estava a ligar para ir  busca lo pois ele chorava baba e ranho, descompensadinho de todo. De caminho para casa ainda passei na Urgência Pediatrica pois ele estava muito alterado e eu não sabia se eram dores, mal estar ou mesmo comportamental. A garganta dele ( amigdalas) estavam cobertas por placas de pus e pensei que talvez fosse disso. O pediatra fez zaragatoa do exudado da garganta e o resultado veio negativo. Iniciamos novamente antiinflamatorio, e no resto do dia ele esteve calminho. Acho que foi mesmo comportamental aquele choro do João, muitos dias sem ir ao Infantário e sem a "gota Magica", pior. A noite tomou banho e quando iamos a dar lhe de comer tinha adormecido no colo do pai sem ter jantado. Ele adormece sempre por volta da meia noite e eram 21 horas, pensei que ia ter "fado" de noite, mas dormiu ate as 8 da manha. Durante a noite foi pedindo água mas acabava sempre por adormecer novamente. Hoje não saimos de casa e vamos ficar  no quentinho da lareira, para ver se não piora da amigdalite.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Risperidona a "gota Magica"

Terminamos o ano em grande. A risperidona parece que deu mesmo resultado, pois o João tornou-se num menino muito bem comportado e sociável. Mudou como da noite para o dia, refila em situações que lhe desagradam ou causam stress mas consegue gerir muito bem essas situações sozinho e acalmar-se. No final de Dezembro fomos uns dias até Lisboa    e o João portou-se impecavelmente.
Foi uma semana cheias de coisas novas, e pensei que nem metade dos objectivos que tinhamos pré destinados conseguise-mos alcançar, mas não... o João surpreendeu nos e voltamos para casa com o coração cheio, e cheios de vontade e força para iniciarmos mais um ano de conquistas.
Fizemos avaliação do João na Anditec para ver qual a melhor forma de ele conseguir comunicar, fizemos diariamente sessões de CME (http://www.cuevasmedek.com/ ) com a primeira fisioterapeuta Portuguesa formada em CME e até experimentamos fazer Pediasuit (http://www.pediasuit.com/).
Passeamos muito e visita-mosr amigos ( pais e meninos especiais), alguns deles que só conheciamos virtualmente, mas fomos recebidos como amigos de longa data ,e até como se da familia fossemos. Fomos ao Aniversario do Afonso e foi a primeira vez que o João esteve numa festa de anos, pois chorava sempre muito nas festas, e tinhamos que sair com ele devido ao estado em que se punha. Portou-se bem, socializou com todas as pessoas e no fim  canta mos os parabéns ao Afonso e o joão deu gargalhadas de felicidade.
Eu só dizia.... bendita "gota magica" !!!