"Ter um bebê é como planejar uma fabulosa viagem de férias - para a ITÁLIA! Você compra montes de guias e faz planos maravilhosos! O Coliseu. O Davi de Michelângelo.

As gôndolas em Veneza. Você pode até aprender algumas frases em italiano. É tudo muito excitante-Após meses de antecipação, finalmente chega o grande dia! Você arruma suas malas e embarca. Algumas horas depois você aterrissa. O comissário de bordo chega e diz:

- BEM VINDO À HOLANDA!

- Holanda!?! - Diz você. - O que quer dizer com Holanda!?!? Eu escolhi a Itália! Eu devia ter chegado à Itália. Toda a minha vida eu sonhei em conhecer a Itália!

Mas houve uma mudança de plano vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar.A coisa mais importante é que eles não te levaram a um lugar horrível, desagradável, cheio de pestilência, fome e doença. É apenas um lugar diferente.Logo, você deve sair e comprar novos guias. Deve aprender uma nova linguagem. E você irá encontrar todo um novo grupo de pessoas que nunca encontrou antes.É apenas um lugar diferente. É mais baixo e menos ensolarado que a Itália. Mas após alguns minutos, você pode respirar fundo e olhar ao redor, começar a notar que a Holanda tem moinhos de vento, tulipas e até Rembrants e Van Goghs.

Mas, todos que você conhece estão ocupados indo e vindo da Itália, estão sempre comentando sobre o tempo maravilhoso que passaram lá. E por toda sua vida você dirá: - Sim, era onde eu deveria estar. Era tudo o que eu havia planejado!.

E a dor que isso causa nunca, nunca irá embora. Porque a perda desse sonho é uma perda extremamente significativa.Porém, se você passar a sua vida toda remoendo o facto de não ter chegado à Itália, nunca estará livre para apreciar as coisas belas e muito especiais sobre a Holanda. "

BEM VINDO À HOLANDA

por Emily Perl Knisley, 1987

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

Virose

Acabamos o ano em grande e começamos da pior forma.  O João começou com febres altas, sem mais nenhum sintoma associado. Depois começou por vir a tosse, os espirros, as noites a chorar, chorar e assim se tem prolongado desde o inicio de Janeiro. Diagnosticos até agora em 2 semanas são amigdalite, conjuntivite  e otite, um belo pacote.  Nestes dias como tem vomitado muito não tem feito a risperidona, mas ontem voltou  a iniciar, pois não sabemos se foi falta dela ou estar muitos dias sem ir ao infantário ( desde meio de Dezembro), ontem deixei o la bem disposto mas passados 20 minutos a Educadora G. já me estava a ligar para ir  busca lo pois ele chorava baba e ranho, descompensadinho de todo. De caminho para casa ainda passei na Urgência Pediatrica pois ele estava muito alterado e eu não sabia se eram dores, mal estar ou mesmo comportamental. A garganta dele ( amigdalas) estavam cobertas por placas de pus e pensei que talvez fosse disso. O pediatra fez zaragatoa do exudado da garganta e o resultado veio negativo. Iniciamos novamente antiinflamatorio, e no resto do dia ele esteve calminho. Acho que foi mesmo comportamental aquele choro do João, muitos dias sem ir ao Infantário e sem a "gota Magica", pior. A noite tomou banho e quando iamos a dar lhe de comer tinha adormecido no colo do pai sem ter jantado. Ele adormece sempre por volta da meia noite e eram 21 horas, pensei que ia ter "fado" de noite, mas dormiu ate as 8 da manha. Durante a noite foi pedindo água mas acabava sempre por adormecer novamente. Hoje não saimos de casa e vamos ficar  no quentinho da lareira, para ver se não piora da amigdalite.

1 comentário:

  1. Que chatice....
    Nós passámos as férias de Natal praticamente doentes, entre viroses e constipações que surgiram sempre a seguir aos virus, sendo que dividimos com a mana, ou era um ou era outro. Na 5ª feira passada ficamos outra vez doentes com mais uma virose que ataca a barriga e dá muitos vómitos, mas amanhã já iremos à escola. Espero que aí por casa as melhoras também sejam rápidas.
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar