"Ter um bebê é como planejar uma fabulosa viagem de férias - para a ITÁLIA! Você compra montes de guias e faz planos maravilhosos! O Coliseu. O Davi de Michelângelo.

As gôndolas em Veneza. Você pode até aprender algumas frases em italiano. É tudo muito excitante-Após meses de antecipação, finalmente chega o grande dia! Você arruma suas malas e embarca. Algumas horas depois você aterrissa. O comissário de bordo chega e diz:

- BEM VINDO À HOLANDA!

- Holanda!?! - Diz você. - O que quer dizer com Holanda!?!? Eu escolhi a Itália! Eu devia ter chegado à Itália. Toda a minha vida eu sonhei em conhecer a Itália!

Mas houve uma mudança de plano vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar.A coisa mais importante é que eles não te levaram a um lugar horrível, desagradável, cheio de pestilência, fome e doença. É apenas um lugar diferente.Logo, você deve sair e comprar novos guias. Deve aprender uma nova linguagem. E você irá encontrar todo um novo grupo de pessoas que nunca encontrou antes.É apenas um lugar diferente. É mais baixo e menos ensolarado que a Itália. Mas após alguns minutos, você pode respirar fundo e olhar ao redor, começar a notar que a Holanda tem moinhos de vento, tulipas e até Rembrants e Van Goghs.

Mas, todos que você conhece estão ocupados indo e vindo da Itália, estão sempre comentando sobre o tempo maravilhoso que passaram lá. E por toda sua vida você dirá: - Sim, era onde eu deveria estar. Era tudo o que eu havia planejado!.

E a dor que isso causa nunca, nunca irá embora. Porque a perda desse sonho é uma perda extremamente significativa.Porém, se você passar a sua vida toda remoendo o facto de não ter chegado à Itália, nunca estará livre para apreciar as coisas belas e muito especiais sobre a Holanda. "

BEM VINDO À HOLANDA

por Emily Perl Knisley, 1987

sexta-feira, 23 de julho de 2010

6 Meses

É verdade já passou meio ano. Neste ultimo mês houve muita evolução do João. Está semana tivemos consulta de neuropediatria no HPC , e ficaram muito surpreendidos com o desemvolvimento dele. O tônus muscular melhorou muito, apresentando-se um pouco mais elevado a nivel dos membro superiores. Mas segundo a terapeuta, os bracitos são sempre o mais complicado para normalizar. Palrra emitindo alguma variedade de sons. Têm já algum controlo da cabecita, e já se pode ir fazendo tentativas para sentar. Reage muito as brincadeiras, e fica sempre espera de mais. Segue qualquer objecto nas 4 direcções. Come muito bem, e segundo a neuropediatra está a ter um bom desenvolvimento a nivel de peso, perimetro cefalico e estatura. Perante isto decidiu dar lhe alta, pois diz que não se justifica manter a consulta de neuropediatria do HPC. Qualquer alteração significativa no João, como convulsões ou movimentos anormais é só contacta los. Discordaram em relação a possivel distonia nos membros superiores. Acham que é mais uma falta de coordenação dos movimentos dos bracitos, do que uma distonia. Vamos esperar, pois só o tempo o dirá. Tambem ficamos a saber que ele não teve lesões a nivel occipital, então o atraso no desenvolvimento da visão se deve a um atraso da maturação desta. Em principio ele têm um bom prognostico em relação a visão , dai é manter a estimulação. Também já iniciou hidroterapia, mas começa logo a bater o dente, e pouco tempo fica dentro da água. Outra proeza que o rapaz nós surpreendeu ontem foi começar a rastejar um bocadinho. Mas fica logo cansado. Não imaginam o esforço que ele faz . Mexe as pernitas, mas o bracitos não respondem como ele quer e então fica muito frustado e irritado. E quanto mais tenta mais irritado fica. E quanto mais irritado mais força faz e da tanto as pernitas que lá se vai arrastando . Para um bebé sem problemas motores é normal aos 6 meses já se sentarem, ou tentarem sentar, rebolar, brincar com as mãoszitas, manter bom controlo da cabecita, rastejar... No primeiro mês de vida o prognostico do João era mau. Ninguém podia disser se ele se iria sentar, gatinhar, andar, falar. Mas até agora ele está a conseguir alcançar as etapas que se esperam num bebé, mas com algum atraso no tempo. O importante é que as atinja, e é para isso que trabalhamos todos os dias. É sempre uma alegria e motivo de festa quando um bebé senta pela primeira vez, dá os primeiros passos. Para nós foi uma imensa alegria quando deu a primeira gargalhada, chorei de felicidade quando começou a segurar e elevar a cabecita de barriga para baixo, e ontem... mesmo só se ter deslocado do mesmo sitio sozinho alguns centimetros já foi um grande passo. Acreditem que para ele é um esforço muito grande estas tarefas todas. É um lutador, que continua a dar os seus passitos devagarinho

3 comentários:

  1. E com certeza vai continuar a surpreender-vos. É um valentão, o Joãozinho.
    Muitos beijinhos e um óptimo fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  2. PARABÉNS A ESSE VALENTÃO E AOS PAPÁS QUE ELE TEM!
    Esse rapazão tem "fibra", vai longe!!!
    Disponham para tudo o que precisarem!
    Beijinhos a todos
    Dinis, Ana e Paulo

    ResponderEliminar
  3. É um menino cheio de força.
    Fiquei muito feliz com as noticias!

    beijinhos aos 2
    Dulce (kiqui)

    ResponderEliminar