"Ter um bebê é como planejar uma fabulosa viagem de férias - para a ITÁLIA! Você compra montes de guias e faz planos maravilhosos! O Coliseu. O Davi de Michelângelo.

As gôndolas em Veneza. Você pode até aprender algumas frases em italiano. É tudo muito excitante-Após meses de antecipação, finalmente chega o grande dia! Você arruma suas malas e embarca. Algumas horas depois você aterrissa. O comissário de bordo chega e diz:

- BEM VINDO À HOLANDA!

- Holanda!?! - Diz você. - O que quer dizer com Holanda!?!? Eu escolhi a Itália! Eu devia ter chegado à Itália. Toda a minha vida eu sonhei em conhecer a Itália!

Mas houve uma mudança de plano vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar.A coisa mais importante é que eles não te levaram a um lugar horrível, desagradável, cheio de pestilência, fome e doença. É apenas um lugar diferente.Logo, você deve sair e comprar novos guias. Deve aprender uma nova linguagem. E você irá encontrar todo um novo grupo de pessoas que nunca encontrou antes.É apenas um lugar diferente. É mais baixo e menos ensolarado que a Itália. Mas após alguns minutos, você pode respirar fundo e olhar ao redor, começar a notar que a Holanda tem moinhos de vento, tulipas e até Rembrants e Van Goghs.

Mas, todos que você conhece estão ocupados indo e vindo da Itália, estão sempre comentando sobre o tempo maravilhoso que passaram lá. E por toda sua vida você dirá: - Sim, era onde eu deveria estar. Era tudo o que eu havia planejado!.

E a dor que isso causa nunca, nunca irá embora. Porque a perda desse sonho é uma perda extremamente significativa.Porém, se você passar a sua vida toda remoendo o facto de não ter chegado à Itália, nunca estará livre para apreciar as coisas belas e muito especiais sobre a Holanda. "

BEM VINDO À HOLANDA

por Emily Perl Knisley, 1987

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Como fazer um banquinho com abdutor

Uma amiga que está longe perguntou me o que era preciso para fazer um banquinho como o que fizemos para o João. Estar lhe a explicar por escrito ou por telefone as vezes torna-se um pouco confuso. Então fiz um pequenino desenho que digitalizei e talvez assim seja mais facil entender as etapas. É mesmo muito simples e facil de fazer.

Para forrar a banco utilizei um tapete da Sportzone de ginastica dos mais baratos e agrafei a madeira. Atrás para segurar as tábuas 1 e 2 uma a outra coloquei o suporte que está na imagem A. Pois mesmo pregadas a tábua 3, quando ele se encosta ou se estica elas acabavam por ceder e assim já não. A lata foi aparafusada só ao banco no fim de estar forrado. Depois enchi a lata com tecidos para o João não andar lá a meter as mãos dentro. A madeira foi na Maxmat umas tábuas de 80X40 cmNão tem nada de complicado :D !!!


Imagem A

Como adaptar brinquedos

Já me perguntaram algumas vezes como é que tinhamos conseguido brinquedos adaptados para switch. Os primeiros foram emprestados pela Educadora G. pois havia alguns para serem emprestados as crianças da IP. Agora já trazemos de 15 em 15 dias brinquedos da Ludoteca da APCC. Eles tem imensos brinquedos para emprestarem as crianças que acompanham. Mas a equipa da Baixa Visão CAIPDV que acompanha o João, já me tinha ensinado como se fazia para adaptar um brinquedo. É simples, temos é que saber escolher um brinquedo que não tenha muitas funções e quanto mais simples melhor. Os das lojas dos chineses são os melhores para isto.

Deixo em baixo um Video para quem queira por mãos a obra e adaptar algum.

Carnaval

Este ano vestimos o João de Rato Mickey, um fatinho simples ao qual adaptamos um rabito e uns sapatos amarelos. Pintamos o nariz e como não foi feriado, tivemos consulta de Pediatria. Mantém-se nos 10 kilos, com 83 cm de comprimento e o perimetro cefálico continua a aumentar normalmente. Foi feito o pedido da RMCE que disseram que faria por volta dos 2 anitos, para sabermos quais as áreas lesadas no cérebro dele. De resto tem estado bem, de noite tem dormido melhor e o mais importante é até agora não ter ficado doente, com tantos "bicharocos" que andam por ai. Voltamos a fazer piscina aos sabados, e estamos a espera que cheguem coisas novas para utilizarmos na agua com ele, que conhecemos através do blog do António Pedro (http://queridoap.blogspot.com/), um menino também muito especial, e que tem uma mãe que tal como eu adoramos pesquisar e depois adquirir coisas para os nossos pequeninos na AMAZON.
Foi oferecido pelo Terapeuta F. um switch ao João e já temos um brinquedo mesmo nosso adaptado também pelo Terapeuta F.




quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Banquinho com abdutor

O João sentado ainda descai muito para a frente, quando começam a faltar forças nos braços ou não lhe apetece estar sentado com carga neles. Se lhe dermos um apoio na zona da bacia já apresenta um bom controlo do tronco, e como nem sempre podemos estar a segura-lo, decidimos criar um sistema /banco para ele estar. Não descai, vai trabalhando a postura sentado, e aqui está ele :) !!!
Com imaginação, boa vontade e apenas uns "troquitos" fizemos o banquinho para o João...


quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Já sei brincar com um switch !!!

Neste momento os brinquedos adaptados que temos são de causa/efeito para incentivar o João a mexer e a perceber que ele consegue por brinquedos a funcionar, com um simples toque.

Tiramos o gesso...

... e o João já está a dormir desde as 20h45!!!
É um fenomeno, pois não acontecia isto desde os seus 9 meses de idade. Raramente adormece antes da meia noite. Hoje saimos bem cedo para Coimbra, e tinhamos tudo pronto para o levar a dormir na viagem, mas ele pregou nos a partida de acordar as 7 da manhã, depois de mais uma noite mal dormida. Ia com algum receio da reacção dele a maquina de tirar o gesso, mas a terapeuta C. esteve a mostrar lhe antes a maquina, e a fazer uma mini introdução ao ruido e vibração que esta iria produzir. Depois com calma e jeito, conseguiu se retirar, com alguma birra e poucas lagrimas a mistura. Os pezitos tinham algumas marcas de pequenos hematomas, nos locais que já esperavamos. Mesmo assim a C. disse que estavam até muito bem !!! Ainda teve direito a um banhito aos pés, pois já cheiravam mesmo mal de estarem ali tantos dias sem agua :)
Depois tivemos consulta de Oftalmologia, para revisão da aplicação da Toxina no Olhito do mês de Outubro, e o Dr. E.S. disse que as melhorias são visiveis. Neste momento já não se fala em cirurgia, o que é muito bom. Daqui a 6 meses volta a ser observado e se necessário, aplica-se toxina mais uma vez. Como notamos o campo de visão dele bastante aumentado, ele aconselhou a ir distanciando cada vez mais a televisão para os olhitos dele não terem tendência a convergir.
No final da manhã ainda teve TO/ Terapia da fala mas já estava com sono e fome e chorou a maior parte do tempo. Ainda fomos buscar uns brinquedos adaptados a ludoteca da APCC.
Almoçou, dormiu um bocadinho na viagem mas o resto do dia esteve muito molinho. Jantou mais cedo que o habitual, e nem deu para chegar a cama pois adormeceu mesmo na sala. Vamos ver como vai ser a noite.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Semana com gesso

Na quinta feira passada o João colocou gesso nos pés, para ver se consegue melhorar a sua postura em pé, e tentar quebrar mais o padrão de "trancar" os joelhos. Portou-se até muito bem na colocação. Nesse dia a noite correu bem, não nos pareceu que tivesse estranhado, mas engano nosso. Tem passado os dias muito rabugento, só ao colo ou no standing é que esta bem. Fomos alertados para alguns sinais que podiam demonstrar que o gesso o estava a magoar, e nesse caso teria-mos que nos deslocar ao hospital para ser retirado, mas como ele ao colo e no standing estava sempre bem disposto os dias tem se passando. As noites é que tem sido simplesmente horriveis, e dai talvez a má disposição dele durante o dia. Dá voltas e voltas, não para nem um bocadinho e depois com o gesso a mobilidade dele ainda fica mais reduzida, e então chora.Deve andar mesmo muito desconfortável.
Hoje fomos de manhã um bocadinho ao infantário. Estive com ele sentado no tapete com os meninos a cantarem, e a ouvirem uma historia. Acho que o João era dos que estava a dar mais atenção a historia que a auxiliar M. estava a contar, sim porque ele adora livros e estava mesmo muitooooo atento.
Depois uma menina tentou dar lhe um beijinho, mas como sempre o João estendeu lhe logo o braço e virou a cara para a afastar. Depois viemos para casa e ainda esteve a brincar um bocadinho com a educadora G. Almoçou dormiu a sesta, mas também como as noites, estas agora tem sido curtas , voltas e mais voltas sempre a choramingar.

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

A escolha do infantário

Desde sempre que o João se mostra muito irritado quando estranhos lhe falam, resmunga logo e se lhe continuam a falar faz birra e chora. A parte de socialização do João precisa também de ser muito trabalhada, e a interacção com outras crianças é muito importante. Como estou a acompanhar o João, ele não vai ao infantário ainda, mas temos que começar a pensar na instituição que ele irá frequentar quando chegar a altura. Como sabemos que não será facil a sua adaptação, temos que o fazer aos poucos e poucos. E depois de ir a mais que um local, a escolha já esta feita. O João já estava inscrito neste mesmo antes de nascer, mas depois do nascimento tivemos que repensar as coisas devido as necessidades especiais dele. É perto de casa, é pequenino, tem elevador, mas acima de tudo a a forma e a disponibilidade que desde o inicio demonstraram em ajudar o João a uma boa integração. Disseram que da parte deles tudo será feito para ajudar o João, e não colocaram barreiras a nada. Tenho autorização em conjunto com a educadora G. da IP , sempre que quizermos, podemos ir com o João visitar os "futuros" colegas e brincar com eles um bocadinho. Então as terças feiras a educadora G. vem a casa trabalhar com o João e no fim da manhã vamos a "escolinha" um bocadinho .
Esta semana passamos lá e o João esteve sentado um bocadinho no tapete com os meninos. Cantaram uma canção (que ele chorou de inicio) mas depois esteve muito bem, sentadinho ao pé deles a ver um bocadinho do DVD do Mickey. De vez enquando olhava para mim, a resmungar, mas eu fazia lhe sinal que era para estar caladinho e pronto. Acho que correu muito bem. Como já temos a cadeira nova dele, levamos a da Girafa para lá, para quando lá vai ter onde se sentar de forma mais adquada.