"Ter um bebê é como planejar uma fabulosa viagem de férias - para a ITÁLIA! Você compra montes de guias e faz planos maravilhosos! O Coliseu. O Davi de Michelângelo.

As gôndolas em Veneza. Você pode até aprender algumas frases em italiano. É tudo muito excitante-Após meses de antecipação, finalmente chega o grande dia! Você arruma suas malas e embarca. Algumas horas depois você aterrissa. O comissário de bordo chega e diz:

- BEM VINDO À HOLANDA!

- Holanda!?! - Diz você. - O que quer dizer com Holanda!?!? Eu escolhi a Itália! Eu devia ter chegado à Itália. Toda a minha vida eu sonhei em conhecer a Itália!

Mas houve uma mudança de plano vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar.A coisa mais importante é que eles não te levaram a um lugar horrível, desagradável, cheio de pestilência, fome e doença. É apenas um lugar diferente.Logo, você deve sair e comprar novos guias. Deve aprender uma nova linguagem. E você irá encontrar todo um novo grupo de pessoas que nunca encontrou antes.É apenas um lugar diferente. É mais baixo e menos ensolarado que a Itália. Mas após alguns minutos, você pode respirar fundo e olhar ao redor, começar a notar que a Holanda tem moinhos de vento, tulipas e até Rembrants e Van Goghs.

Mas, todos que você conhece estão ocupados indo e vindo da Itália, estão sempre comentando sobre o tempo maravilhoso que passaram lá. E por toda sua vida você dirá: - Sim, era onde eu deveria estar. Era tudo o que eu havia planejado!.

E a dor que isso causa nunca, nunca irá embora. Porque a perda desse sonho é uma perda extremamente significativa.Porém, se você passar a sua vida toda remoendo o facto de não ter chegado à Itália, nunca estará livre para apreciar as coisas belas e muito especiais sobre a Holanda. "

BEM VINDO À HOLANDA

por Emily Perl Knisley, 1987

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Pula Sapinho


Um dos grandes problemas do João é a postura das pernas. Ele tranca os joelhos quando está de pé e mesmo com as bandas neuromusculares colocadas ele não consegue relaxar . Então vi no Blog do Antonio Pedro e da Lara ( meninos tb muito especiais) o Jumper Pula Sapinho, e meteu-se me na cabeça que poderia ali estar uma forma de ajudar o João a aprender a destrancar mais os joelhos, e quem sabe até o incentivar a dar os primeiros saltos. Já tinhamos o Jumper do Tigre, mas a mola não tem sensibilidade suficiente para que ele baloice ou salte. Procurei e procurei e pelos videos realmente só mesmo o Pula Sapinho tinha os criterios que eu procurava. O problema que se colocava é que só se vende no Brasil. Contactei a empresa por mail, e logo obtive resposta. Prontificaram-se a ajudar em tudo para que chega-se ao nosso Continente o tão desejado Pula Sapinho. As burocracias entre os bancos foram muitas e as taxas cobradas também, mas tudo vale a pena para vermos o João feliz.
Foram a volta de 20 dias desde que iniciamos o primeiro contacto até a chegada do Jumper.
Tenho que deixar aqui um agradecimento muito especial ao Helder Lincoln e a sua esposa, pois não há palavras para lhes retribuir a atenção que tiveram com a encomenda do João. Estiveram sempre disponiveis para qualquer duvida, deram nos acesso de forma a podermos seguir a encomenda na sua longa viagem, a encomenda foi enviada de forma a que não fica-se presa na Alfândega e acima de tudo fizeram um Jumper mais resistente e com mais um par de molas devido ao peso do João.
O Pula Sapinho já esta montado e mesmo não termos ainda conseguido que o João salte, ele já lá baloiça sem trancar os joelhos e pode se sentar no caracol e no cavalinho dele sem ninguem o estar a segurar.







1 comentário:

  1. Fantástico minha amiga. Não conhecia esse brinquedo, só mesmo o do tigre. Espero que tenham excelentes evoluções com o brinquedo e que o Joao aproveito ao máximo.

    Beijinhos

    ResponderEliminar