"Ter um bebê é como planejar uma fabulosa viagem de férias - para a ITÁLIA! Você compra montes de guias e faz planos maravilhosos! O Coliseu. O Davi de Michelângelo.

As gôndolas em Veneza. Você pode até aprender algumas frases em italiano. É tudo muito excitante-Após meses de antecipação, finalmente chega o grande dia! Você arruma suas malas e embarca. Algumas horas depois você aterrissa. O comissário de bordo chega e diz:

- BEM VINDO À HOLANDA!

- Holanda!?! - Diz você. - O que quer dizer com Holanda!?!? Eu escolhi a Itália! Eu devia ter chegado à Itália. Toda a minha vida eu sonhei em conhecer a Itália!

Mas houve uma mudança de plano vôo. Eles aterrissaram na Holanda e é lá que você deve ficar.A coisa mais importante é que eles não te levaram a um lugar horrível, desagradável, cheio de pestilência, fome e doença. É apenas um lugar diferente.Logo, você deve sair e comprar novos guias. Deve aprender uma nova linguagem. E você irá encontrar todo um novo grupo de pessoas que nunca encontrou antes.É apenas um lugar diferente. É mais baixo e menos ensolarado que a Itália. Mas após alguns minutos, você pode respirar fundo e olhar ao redor, começar a notar que a Holanda tem moinhos de vento, tulipas e até Rembrants e Van Goghs.

Mas, todos que você conhece estão ocupados indo e vindo da Itália, estão sempre comentando sobre o tempo maravilhoso que passaram lá. E por toda sua vida você dirá: - Sim, era onde eu deveria estar. Era tudo o que eu havia planejado!.

E a dor que isso causa nunca, nunca irá embora. Porque a perda desse sonho é uma perda extremamente significativa.Porém, se você passar a sua vida toda remoendo o facto de não ter chegado à Itália, nunca estará livre para apreciar as coisas belas e muito especiais sobre a Holanda. "

BEM VINDO À HOLANDA

por Emily Perl Knisley, 1987

quarta-feira, 6 de junho de 2012

Calçado novo

Para tentar evitar deformações dos pés, o calçado do João é proprio para a patologia dele, e como em tudo o preço é bastante alto. A botitas dele já estavam ficar lhe apertadas e com a chegada do calor tinha sempre os pés molhados. Hoje chegaram finalmente as sandálias de verão adaptadas, para que tenha uma boa postura do pé e fique mais fresquinho.

4 comentários:

  1. OI Vania, parece muito bacana estas sandálias. Que modelo é este? o nome? e quanto você pagou por elas? Vi que esta loja tbm tem na alemanhã. Minha cunhada mora lá, posso pedir pra ela trazer uma p/ Matias. Também quria saber o numero do pé, da sandália que geralmente é maior qu o do pé não é isso? João ta um fofo :)
    bjs

    ResponderEliminar
  2. Olá, Vãnia

    Só para lhe dizer o seguinte:
    Escreve tão bem, que é um prazer lê-la.
    Tem um tipo de linguagem, que tomaram a maior parte dos comunidadores profissionais/jornlistas ter; clara e esclarecedora.

    Parabéns à mãe mais criativa e trabalhadora que conheço! E linda, como o seu filho João!

    Um beijinho com muita, muita, admiração.
    Eva Isabel

    ResponderEliminar
  3. Olá Vânia, parabéns pelo blog, confesso que foram suas experiências que me confortaram. Minha filhas nasceu dia 30 de abril de 2010. Mas somente agora recebemos o diagnóstico de leucomalácia. Gostaria de manter contato. A cadeira de apoio que vc ensinou a fazer salvou minha vida e está deixando a Duda livre para brincar. Achei estes sapatos lindos, aqui em Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil, compramos as órteses normais e adaptei com sapatos de 3 números maiores. Tenho muitas dúvidas e medo de que minha filha nunca ande, ela tem muita vontade de andar. Estou muito frustrada com os médicos, nenhum deles até hoje paro para me dar explicações detalhadas do problema da minha filha. Tenho muito medo de não estar fazendo tudo o possível e por não saber atrasar ou até impedir minha linda filhinha de se desenvolver melhor. Vc conhece a terapia Suite therapy? A toxina botulinica está funcionando para seu lindo bebê? Ficar no parapódio está dando resultado? Tenho tantas dúvidas... Agradeço a atenção. flaviappusp@yahoo.com.br

    ResponderEliminar